Hackers despejam dados para 2,3 milhões de usuários on-line

Site de crowdfunding Patreon revelou no início desta semana que ele recentemente tinha sido hackeado, comprometendo os endereços de e-mail, nomes de usuários e endereços de envio de seus usuários. Desde então, os hackers têm despejado os dados on-line, revelando as informações pessoais de cerca de 2,3 milhões de usuários no processo.

Os dados foram disponibilizados para qualquer um baixar, e Troy Hunt, dono de haveibeenpwned.com, foi capaz de extrair as informações e analisar as informações no arquivo:
Até agora, os hackers, que se identificam em um arquivo README no despejo como o #SuperExtremeShitpostingTeam, não manifestaram qualquer motivo para o corte diferente de fazê-lo para o lulz.

“Estamos sendo minucioso e rigoroso na investigação.”

Em um comunicado divulgado em Placa-mãe, CEO Patreon Jack Conte disse que a empresa está trabalhando em estreita colaboração com as autoridades para reduzir o risco para os usuários. “Engenharia Patreon fez uma análise aprofundada da vulnerabilidade que levou à violação”, escreve ele. “Estamos a ser meticuloso e rigoroso no inquérito, e com base em conversas com dezenas de conselheiros e especialistas em segurança, eu estou muito confiante de que estamos fazendo tudo ao nosso alcance para minimizar o impacto sobre nossos usuários.”

Enquanto isso, os membros Patreon devem alterar suas senhas de e-mail imediatamente para evitar problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *